quinta-feira, 19 de novembro de 2020

 

O AR NAS TUBULAÇÕES – PARTE 1


A ORIGEM

 

A origem do ar na tubulação, pode ocorrer de diversas formas, conforme descrito a seguir:

 

1-       ar atmosférico que se encontrava no interior do tubo antes do enchimento e que não foi expulso.

 

Este é um dos casos predominantes, pois sempre que uma tubulação é esvaziada, o seu interior é preenchido pelo ar, que deve ser expulso de forma adequada, e com técnicas especificas para cada caso, sob risco de colapso na estrutura da tubulação.

 

2-      ar decorrente da libertação do ar dissolvidos na própria água por alteração de condições de pressão e/ou temperatura.


A água transportada pelas tubulações, na verdade é uma mistura de água e ar dissolvido em quantidades variáveis, que depende da pressão e da temperatura, conforme quadro a seguir:

 

Quantidade máxima de ar dissolvido na água a 20ºC

PRESSÃO NO TUBO

AR (grama/m³)

5

58,6

10

117,1

20

2343

25

292,8

30

351,4

 

Este volume de ar, costuma ficar aprisionado em pontos altos da tubulação



1-       e ar que entra através de equipamentos e acessórios ou pequenas onde as pressões no interior do tubo são menores que a pressão atmosférica

 Outras origens do ar na tubulação, são decorrentes, da própria operação do sistema, tais como:

          3.1 Reservatórios esvaziando,

3.2 Vórtice em Poço de Sucção, e

3.3 ligações domiciliares em pontos altos)

   

3.1 RESERVATÓRIO ESVAZIANDO


3.2 VÓRTICE EM POÇO DE SUCÇÃO



Em decorrência de erros de projeto de dimensionamento de bomba, entre outros, torna-se frequente a formação de vórtice nos poço de sucção negativo, o que irá influenciar no desgaste do rotor, redução de vazão e pressão, e inserção de ar na rede de distribuição.

 

3.3 LIGAÇÕES DOMICILIARES EM PONTOS ALTOS

 

Em função da topografia e da posição da ligação, esta funciona como ventosas de esvaziamento.

 

 

PROBLEMAS CAUSADOS PELO AR NA TUBULAÇÃO

 

Os principais problemas causados pela presença do ar são:

 

1         Consumo excessivo de energia das moto bombas

2         Redução de vazão,

3         Desgaste por cavitação destrutiva dos materiais do rotor e válvulas

4         Bloqueio do escoamento, e

5         Rompimento da tubulação,

 

Todos este eventos provocam elevados prejuízos financeiros, o que motiva a tomada de providencias, para eliminação de sua ocorrência.

 

LOCALIZAÇÃO

 

Normalmente o ar se localiza nos pontos altos das tubulações, e no interior das unidades de bombeamento, quando ocorre a cavitação.

 

PREVENÇÃO

 

1 – No enchimento, a principal medida preventiva, de redução da presença do ar é o enchimento lento das tubulações em qualquer fase operacional.

 2 – No esvaziamento a principal medida preventiva é a introdução do ar, para evitar o colapso da adutora.

 

 

Continua na próxima Postagem......

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário